DEDICATÓRIA

 

Um Povo só é grande quando tem história.

A Póvoa tem uma bonita história:

a riqueza e a pureza do seu povo.

Este foi o blog que construí para divulgar a tenacidade,

a luta, a inteligência e a honestidade do meu pai.

Graças a Deus ainda está lucidamente activo e vivo!

A sua memória é fantástica.

Amo muito o meu pai e se poeta sou a ele o devo.

José Augusto Simões Faleceu com 94 anos,

nasceu em 20 de Maio de 1922 e faleceu a 17 de Agosto de 2016

Esta é a homenagem e o agradecimento

 que presto a tão grande homem.

Seu filho

Rogério Martins Simões

Sexta-feira, 5 de Março de 2004

As mulheres da Póvoa

(foto Padre Pedro)

Mulheres da Póvoa

 

Póvoa, nos meus tempos de criança.

Depois de ter escrito sobre alguns homens da Póvoa, dirigiram-me um convite para escrever, sobre uma grande mulher da Póvoa.

Pensei logo na minha mãe, Maria da Ascenção Ramos nascida em 6 de Janeiro de 1882 e falecida em 12 de Março de 1938, mas disso falarei se o tempo me deixar. Quero apenas dizer que esta boa alma, minha mãe, adivinhando o dia e a hora da sua morte, encomendou o féretro, despediu-se de todo o povo da aldeia e partiu.

É, em justa homenagem à minha mãe, que vou tentar recordar todos nomes das mulheres da Póvoa que conheci, as grandes Senhoras da minha aldeia, que, com tão pouco, fizeram tanto.

Em primeiro lugar, vou lembrar as senhoras que viviam na Póvoa, pelo seu casamento:

Sra. Colmentina Nunes, veio da Pampilhosa;

Sra. Litugarda, veio da Pampilhosa;

Sra. Encarnação da Eira, veio do Coelhal;

Sra. António D´ Colá, veio de Pescanseco.

Sra. Delfina, veio do Signossamo;

Sra. Conceição Pereira, veio de Porto Castanheiro;

Sra. Maria do Vale da Maia, veio do Gavião;

Sra. Preciosa do Braçal, veio do Braçal;

Sra. Trindade e sua irmã Maria do Ferreiro, vieram de Sobral Valado;

Sra. Maria Nunes da Veiga, veio de Decabelos;

Sra. Maria do Covão e sua irmã Albertina, vieram do Covão;

Sra. Emília de Jesus Alexandre, veio de Moninho;

Sra. Graciana da Fonte, veio de Moninho;

Penso, que foram só estas senhoras que lá viviam e lá não nasceram e era por estes nomes que eram conhecidas, embora, talvez, não sejam estes os seus verdadeiros nomes.

Veremos, agora, as tidas como nascidas na própria aldeia:

Sra. Antónia Real;

Sra. Delfina Beato; Sra. Maria José Beato;

Sra. Clementina Barrocas e suas filhas Alice e Alzira Barrocas;

Sra. Maria Prazeres e sua filha Sra. Maria do Trinhão;

Sra. Angelina dos Prazeres e suas filhas Aurora, Isaura e Esperança, estas duas últimas gémeas;

Sra. Maria Quaresma e suas filhas Emília Casalinho, Carmelinda e Ermelinda;

Sra. Maria Leonor e suas filhas Amália e Beatriz;

Sra. Patrocina da Massa e suas filhas Palmira, Elvira e Piedade;

Sra. Antónia de Almeida, sua nora Bernardina e as filhas Maria e Encarnação Gonçalves;

Sra. Maria Pereira e suas filhas Deolinda e Anunciação;

Sra. Delfina Pereira; Sra. Amália Pereira; Sra. Preciosa Pereira; Graciana Pereira;

Sra. Antónia Ferreira;

Sra. Antónia Joana e suas filhas Martinha e Rosalina, desta as filhas Maria da Luz e Belmira;

Sra. Piedade do Barbeiro e sua filha Maria José;

Sras. Maria Emília e Leontina, filhas da Sra. Antónia d' Colá;

Sra. Maria Emília, filha da Sra. Emília Alexandre;

Sra. Maria Nunes, filha da Sra. Colmentina Nunes;

Sra. Patrocina Rita e suas filhas Preciosa e Maria dos Santos e sua filha Aurea;

Sra. Maria Litugarda e suas irmãs Cacilda e Carmelinda;

Sras. Emília de Jesus Antunes (minha avó) e suas filhas Maria da Piedade e Maria da Solidade (minhas tias), Lurdes (minha tia e madrinha) e Lusitânia que já não conheci na Póvoa, pois veio muito nova para Lisboa (ainda miúda) e só conheci aos 14 anos de idade;

Sra. minha mãe, Maria da Ascenção Ramos, mais conhecida por Marquitas, minhas irmãs Maria da Nazaré Simões e Laura da Conceição Simões;

Grande parte destas senhoras eram da minha família, tias, segundas tias e primas.

Não cito aqui as que tinham entre 1 a 6 anos, porque estas já a juventude mais moderna conheceu bem, visto parte significativa ainda ser viva.

Mais tarde, vieram ainda para a Póvoa as minhas três senhoras: Maria dos Santos, Alzira Mendes e Delfina Serra mas já todas faleceram.

José Augusto Simões

Publicado em Ecos da Póvoa 1999

Nota de redacção

Desta forma, terminamos a divulgação de todas as senhoras que no início do século XX viviam na Póvoa, naturais ou para cá vindas por força do casamento.

Para além do evidente valor "histórico" deste desfile, queremos reafirmar que o mesmo é igualmente uma forma de homenagem à Mulher da Póvoa.

São as nossas mães e avós que aqui estão representadas e, para elas, o nosso sincero agradecimento pela forma como nos educaram. Bem-haja! 

publicado por poetaromasi às 20:15
link do post | comentar | favorito
|

Todos os poemas escritos e publicados neste blog

da autoria de Rogério Martins Simões,

ou sob pseudónimo, ROMASI,

estão devidamente protegidos pelos direitos de autor.

(Registados no Ministério da Cultura

- Inspecção-Geral das Actividades Culturais I.G.A.C. –

Processo n.º 2079/09)






Memórias e poesia de um Beirão

nascido em Maio de 1922.

.Poesia e muita sabedoria de um poeta serrano com 91 anos



Obrigado pela visita ao blog do meu pai,

homem notável, impedido de estudar

por ter ficado órfão de pai e mãe aos 14 anos.

A sua memória é notável

sabe de tudo

é uma casa cheia!

Viva a poesia.

e se a vida não nos conhecer

porque nos esqueceu,

lembremos à vida que existimos e vivemos.

Obriga meu querido pai

por me ter ensinado

a escrever poesia

Seu filho, vosso filho

Rogério Martins Simões



.posts recentes

. Mãe

. SIGA A FESTA (PAMPILHOSA ...

. A ESCOLA NOS ANOS 30 DO S...

. POESIA NO PRATO

. SOL ou SOL DIVINO

. Minha mãe mandou-me à Vil...

. Ramos a minha família da ...

. Perdi-me na floresta

. SAUDADE

. Meu amor deu-me uma rosa

. O OUTEIRO

. Beira Serra

. Fui ao rio apanhar trutas

. ÁGUA DA FONTE

. CONVITE

. Menina da rosa branca

. Papoilas da alma lido por...

. EU VIA O MILHO A CRESCER

. JOAQUIM DE ALMEIDA, natur...

. PARKINSON

. O MONTE

. Recordo mulher aquele dia

. Por caminhos matos e roch...

. FUI VER O MEU LINDO AMOR

. Antunes a minha família d...

. RAMOS - a minha família

. SIMÕES DA PAMPILHOSA DA S...

. SIMÕES da Pampilhosa da S...

. RAMOS a minha família

. ANTUNES

. Eduardo Ramos de Almeida,...

. Sonhos loucos...

. A Moleirinha

. A Montanha recitada por J...

. Maria de Lurdes Simões e ...

. Ti João Barbeiro

. Eternas lembranças

. Minha mãe mandou-me à Vil...

. José Augusto Simões plagi...

. Póvoa e sua gente 1

.arquivos

.pesquisar